Ismê Assessoria Imobiliária

Ismê Assessoria Imobiliária
Imóveis em Campinas - Barão Geraldo e Cidade Universitária - fone (19) 3289-4325

NOVO LIMITE DO FGTS- 1,5 MILHÃO PARA FINANCIAMENTO DE IMÓVEL.


Limite de R$ 1,5 milhão para financiar imóvel com FGTS
apartir deste mês de Novembro de 2018.




Já entrou em vigor o novo limite de valor de imóveis para financiar com o FGTS.

A mudança só iria valer a partir de 2019 e acabou sendo antecipada. Um pedido antigo da construção civil. Usar o FGTS para comprar imóveis mais caros. A ideia é aquecer as vendas já neste fim de 2018.

Antes, só era possível usar o FGTS na compra de imóveis de até R$ 950 mil no Rio, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal. Nos outros estados, o valor era ainda menor: R$ 800 mil. Agora, esse novo limite de R$ 1,5 milhão vale para todo o Brasil.

Quem ficou feliz foi o Francisco Lima. Corretor de imóveis há 16 anos, ele acha que agora vai conseguir vender mais apartamentos.

“Já recebi ligações hoje de pessoas querendo saber se pode usar o FGTS ou não, inclusive tive um contato hoje com um cliente assim, foi muito bom, foi muito proveitoso”.



As regras para o uso do FGTS não mudaram: só pode usar quem não tem imóvel próprio. O FGTS pode ser usado na compra de imóveis novos e usados, com juros de até 12% ao ano mais a TR. Também pode ser usado para quitar parte do financiamento.





“Existem muitas pessoas de faixa de renda mais alta que estão há muito tempo numa empresa, 20 anos, 30 anos. Estão com um belo de um saldo no FGTS e estão loucas para comprar o seu imóvel novo. Agora eles têm essa oportunidade”, explicou José Carlos Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção.

O especialista em finanças Marcos Melo diz que a medida para o setor traz um efeito multiplicador para a economia.

“Você tem desde o acionamento de uma mão de obra, não apenas uma mão de obra pouco qualificada, mas também a qualificada. Você está estimulando, por exemplo, a indústria siderúrgica, de cimento, vários aspectos diferentes. Você precisa, depois de um imóvel pronto, mobiliários. Então, você tem a indústria moveleira. Acaba também, por tabela, melhorando outros setores da economia brasileira e criando empregos”, afirmou.