Ismê Assessoria Imobiliária

Ismê Assessoria Imobiliária
Imóveis em Campinas - Barão Geraldo e Cidade Universitária - fone (19) 3289-4325

AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS – CRITÉRIOS QUE DEVEM SER OBSERVADOS

Cálculo mesmo que seja verbal tem que ser seguro e estar muito próximo das outras ofertas nas mesmas imediações
O processo de enfraquecimento no mercado de imóveis de terceiros (usados), nas regiões nobres da capital de São Paulo, se dá em relação à baixa procura para compra, as vendas caem de maneira acentuada; por sua vez, com o grande número de novos corretores de imóveis que entraram no mercado em alta, em empresas que exigem o cumprimento da produção dos novatos com obrigatoriedade de cumprir metas, se tornando basicamente corretores captadores de imóveis, são profissionais inexperientes e com pouquíssima visão de mercado, acabam avaliando mal os imóveis com valores elevados, somente com o intuito de obter exclusividade na venda.
Estas exclusividades, na grande maioria, têm um prazo de até 90 dias, fazendo com que os proprietários fiquem a mercê destas empresas, que por sua vez deixam de promover a venda do imóvel e dificultam a parceria com outras empresas que podem estar com o cliente comprador em atendimento.

Os preços (avaliação) acima da realidade de mercado, está fazendo com que os imóveis usados que têm por vezes mais de 30 anos de construção, a se equipararem com os novos (lançamentos), chegando a um valor de metro quadrado, além do real preço, o que acaba por levar, os clientes investidores e compradores do mercado de imóveis usados a procurarem outras alternativas, isso se deve infelizmente pelos valores informados por profissionais sem a devida qualificação e conhecimento do mercado imobiliário em  diversas regiões.
banner-curso-de-avaliação-pequeno
Uma vez realizada a avaliação, dificilmente se consegue mudar aquilo que foi  oferecido a um proprietário, que com certeza vai optar pelo maior preço, ficando, portanto,  impossível  em fazer o cliente entender que o seu imóvel está totalmente fora de preço e da realidade do mercado, isto é o reflexo de um profissional totalmente despreparado, que inflaciona o mercado que, por sua vez passou por um verdadeiro “boom” com abusivos  aumento dos preços.
O maior termômetro na venda de um imóvel para os proprietários é quando seu imóvel está sendo visitado constantemente por corretores acompanhado com seus clientes, uma simples checagem por telefone, não se pode considerar que seu imóvel está no preço de mercado, quando não acontecem estas alternativas, isso demonstra que o imóvel está esquecido no cadastro das imobiliárias,  ou melhor,  “seu imóvel esta totalmente fora de preço”.
Uma avaliação mesmo que seja verbal tem que ser segura e deverá estar muito próxima das outras ofertas de venda nas mesmas imediações, e, equiparando-se com a idade de construção, metragens e valores do metro quadrado ofertados na mesma região.
Por:Francisco Zagari Neto – Corretor de imóveis desde 1971. Sócio fundador da Maison Empreendimentos Imobiliários e atual presidente nacional da ONG-ABCI (Associação Brasileira de Defesa dos Corretores de Imóveis e Empresas Imobiliárias), ex-diretor secretário da Câmara de Valores Imobiliários do Estado de São Paulo, diretor estadual da fiscalização do Creci-SP, diretor nacional de fiscalização do Conselho Federal de Corretores de Imóveis, com uma trajetória de grande defensor da categoria.