Ismê Assessoria Imobiliária

Ismê Assessoria Imobiliária
Imóveis em Campinas - Barão Geraldo e Cidade Universitária - fone (19) 3289-4325

COMO INICIAR A CARREIRA DE CORRETOR IMOBILIÁRIO?


Independente da formação, o mercado imobiliário abre espaço para quem quer ser corretor. De graduados em áreas diversas, passando por jovens profissionais e até aposentados, o setor tem corretores profissionais de diversas origens, de engenheiros a advogados, atuando no ramo.



Os motivos são os mais variados: flexibilidade no horário de trabalho, possibilidade de ganhos financeiros maiores e melhoria na qualidade de vida. Outro fato que tem atraído gente para a carreira de corretor de imóveis é o crescimento fora do normal do mercado imobiliário. Enquanto o PIB brasileiro cresceu 2,3% em 2013, o setor apresentou um avanço de 13% no mesmo período.


Se você quer dar uma reviravolta na vida e enxerga com bons olhos a carreira de corretor de imóveis, é bom se preparar! Como nada nessa vida se resolve do dia para a noite, você precisa cumprir algumas etapas antes de vender a primeira casa.

Vale lembrar que é fundamental que o seu início aconteça em parceria com uma empresa que possua trânsito fácil no mercado e que “abra portas” para você. Um cartão com um nome forte é a base sólida que você precisa para uma parceria de sucesso. Esta empresa deve ter um banco de dados confiável e farto, além de ferramentas de gestão que facilitem a adaptação rápida ao novo negócio.

Para entrar com pé direito na carreira, é bom ter um diploma na área. A formação pode ser feita na faculdade de Ciência Imobiliárias, com duração de 4 anos, ou no curso de Gestão Imobiliária, feito em 2 anos. Existe um caminho mais curto: realizar o curso de Técnico de Transição Imobiliária, que tem duração de 4 a 18 meses, dependendo da escola. Pesquise as escolas e faculdades mais respeitadas no mercado e confirme a legalidade delas junto ao Ministério da Educação. Isso, também, faz diferença.

Mas, não dá para ignorar que a melhor faculdade é a vida e o trabalho. Nada melhor do que colocar em prática tudo aquilo que você está vendo no seu curso. Aproveite esse momento para fazer estágios e observar como funciona o mercado para construir o seu próprio jeito de negociar. É comum algumas instituições de ensino indicar os estudantes para estágios. Mas, caso isso não ocorra, procure imobiliárias atuantes em sua região, onde você já está familiarizado.

Terminada essa fase, só falta se registrar no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) do seu estado. Apenas com a carteira vermelha você está autorizado a exercer a profissão de diversas maneiras: trabalhar como autônomo ou em uma imobiliária, captar imóveis e atuar, inclusive, como avaliador de imóveis.

Com as três etapas acima, você já pode se tornar um corretor de imóveis. Para não ser apenas mais um no meio, é importante procurar cursos extras para complementar a sua formação. O conhecimento em Direito Imobiliário, por exemplo, é fundamental para construir uma carreira transparente. Boa sorte!

Por: Germano Leardi Neto

Germano Leardi Neto é diretor de relações institucionais da franqueadora imobiliária Paulo Roberto Leardi.

Sobre a Paulo Roberto Leardi: